Recent Posts
Featured Posts

A Invasão dos Koronitas em NYC


Era uma vez um Planeta lindo, repleto de imensas surpresas gostosas e coloridas, chamado Terra.

Um dia esse Planeta ficou cheio de gente, mas tão cheio e tão confuso com cada um fazendo o que queria que essa bagunça toda deixou a Terra muito doente.

Ela deu sinais de enjôo, de fadiga, mas ninguém parou.

As águas estavam ficando cada vez mais sujas, as matas sendo cortadas e os bichos não conseguiam viver em paz. Ela não aguentou e deu um enorme espirro:

“Athinnnnnnnnnnnnnnnnnn!!!!”

E a Terra rodou!!!!! Rodou, rodou e nunca mais foi a mesma.

As pessoas começaram a desaparecer da Terra para sempre, porque ela se mexeu, remexeu, sacudiu e mudou muita coisa de lugar.

( podem continuar daqui ou lerem a minha versão com os personagens das estorinhas do Bigu e PeKi)

As Aventuras da Turma do Bigu: "O Dia em que a Terra Girou" ( "A Invasão dos Koronitas em NYC")

  • “ Ahhh, já sei o que está lendo Bigu Jr., é a estoria dos Koronitas, os inimigos invisíveis com super poderes de distanciamento, que um dia invadiram o Planeta Terra”- falou o pai ao entrar no quarto do Bigu Jr.

  • “Você conhece essa estória, Pai” - curioso perguntou o Bigu Jr.

  • “Ahhh, Bigu Jr, você se interessou por essa história? Foi verdade mesmo. E era pequeno, mas lembro que ficamos em casa brincando muito, parecia férias, mas `as vezes tinha lição da escola para fazer. Eu também me lembro muito bem do dia que saí na rua com a minha mãe e vi todo mundo usando máscaras e ninguém ficava mais perto de ninguém, a cidade estava quieta, mas tão quieta que dava para ouvir os passarinhos cantando em plena Nova Yorque. E sabe de uma coisa meu filho?

  • “O que pai” - Perguntou o Bigu Jr. baixinho com um olhar distante, só imaginando o que vinha pela frente.

  • “Apesar de ter sido muito esquisito ver todo mundo usando máscaras na rua, não foi uma época tão ruim assim”. Começou a contar o Pai, com um meio sorriso no rosto.

  • “Como assim Pai? Como poderia ser tão legal sair de máscara na rua, e por quê?”

  • “Não Bigu, não por isso. E mesmo porque, quando vi as primeira pessoas de máscaras na rua, levei um pequeno susto e depois ter que usá-las era um pouco sufocante, mas era para nos proteger dos Koronitas, os inimigos invisíveis. O que eu lembro que foi bem legal no começø da invasão dos Koronitas, é que podia dar uma volta no parque ao lado e eu sentia algo diferente. Era tudo mais lento, as pessoas não andavam com aquela pressa de sempre, e os pais estavam sempre brincando com os filhos, com gravetos das árvores, de faz de conta ou de seguir os pássaros. E por falar nos pássaros, dava para escutar a música deles bem alto. Era início da primavera e eles deveriam estar dando um concerto de inauguração, e foi isso que a sua avó começøu a imaginar e a me contar, que era festival do Lincoln Center dos Pássaros em Nova Iorque. Você sabe como a sua avó adora imaginar estórias. Ah, outra coisa engraçada, eu até vi algumas vezes famílias abraçando árvores. Engraçado, porque eu achava que era maluquice da sua avó esse negócio de toda vez que vai ao parque dar um abraçø apertado em uma árvore”.- lembrava o Bigu com saudade das coisas boas daqueles dias em Nova Iorque.

  • “Pai, mas o que a vovó falou que tinha acontecido de verdade?” - Perguntou o Bigu Jr. que sabia que a avó sempre tinha uma versão mais divertida de cada estória que contava, mas dessa vez queria saber o que realmente tinha acontecido com eles na Terra.

  • “A sua avó me contou o que estava lendo aí no livro, que a Terra não aguentou tanta maldade que o ser humano estava fazendo com ela, deu um enorme espirro e soltou bolinhas invisíveis por toda parte, os chamados Koronitas. Ela contou que quem não parava para lavar as mãos direito e passava as mãos sujas no rosto pegavam Koronitas e ficavam doentes com febre e tosse, por isso as máscaras de proteção” - Contou o Bigu

  • “ Ufa. Achei que os Koronitas fossem homens com um bafo de matar. O que vocês fizeram para acalmar a Terra e acabar com os Koronitas malvados?” - Perguntou o Bigu Jr.

  • “AHHHH…A Terra logo depois do espirro e com todos de castigo em casa já ficou mais calma” - Falou o Bigu

  • “De castigo, como assim?” - Espantado perguntou o Bigu Jr.

  • “Você acredita Bigu, que a Mãe Terra teve um daqueles ataques de mãe mesmo e mandou TODO MUNDO…. o MUNDO TODO para o quarto pensar.” - Explicou o Bigu e continuou

O Bigu Jr. arregalou os olhos e balançou a cabeça e disse: “IIIIIII…eu imagino Pai, tipo aqueles que a mamãe dá quando ela repete mil vezes para eu fazer alguma coisa e eu finjo que não estou escutando?”

  • “Assim mesmo” - Sorriu o Pai, olhando carinhosamente para o Bigu Jr.

  • De repente, escutaram um Bzzzz vindo da gaveta da cômoda. Era o Mosketa II querendo sair da gaveta ( Mosketa II é um mosquito amigo, que aparece nas gavetas das crianças, de todas as idades com a imaginação para brincar. A família do Mosketa II existe desde a infância do pai do Bigu Jr.)

  • “Oi Mosketa II, chegou em boa hora. Venha contar para o Bigu Jr. como foi quando os Koronitas invadiram a Terra” - Falou o Bigu ao Mosketa II.

  • “Oi, Bigu Jr., tudo bem? Começou a ler o livro que a sua avó escreveu para você, não é? Legal, Bzzzz. Vamos ler juntos e vou contar detalhes da estória na versão dos bichos também. Agora, feche os olhos e imagine a Mãe Terra, aquela que dá tudo de bom para nós, começando a perder o ar com tantas matas e florestas sendo derrubadas, ficando com sede e quando tinha água, passava mal com tanta porcaria que tinha misturado, plástico, óleo, “pipe e popô”…arrrrr, eca….e os pobres dos bichinos reclamavam em bando que tinham que estar sempre fugindo dos homens e também era tanta gente transitando de lá para cá que a Terra ficou enjoada, mas tão enjoada, que um dia não aguentou mais e espirrou toda aquela porcaria que estava em cima dela e soltou o berro de Mãe: “Chegaaaa, todos de castigo!!! Cada um vai para o seu canto pensar no que está fazendo de errado e só vão sair quando TODOS estiverem comportados e aprenderem a fazer coisas melhores na vida. Aonde já se viu, fazerem essa arroaça toda pelo mundo a fora? Não sobrou um canto sem bagunça, e eu que sempre dei tudo lindo, arrumado, cheiroso, fresco e saboroso para todos vocês e com tanto amor. Falta gratidão!!!! Vocês têm que aprender dessa vez, vai ser melhor para todos.” - Terminou o Mosketa II de imitar a Mãe Terra, quase sem fôlego, com a linguinha de fora.

  • “ Ohhhhh…Mosketa II foi assim? Ela parecia mãe mesmo falando” - Falou o Bigu Jr. de boca aberta.

  • “Aí, depois desse dia, algumas pessoas entenderam logo e ficaram em casa, procurando uma maneira de melhorar o mundo, outros demoraram mais para entender , tiveram xiliques, o que atrasou ainda mais nossa saída do “Castigo Global”, você lembra disso Bigu?” - Perguntou o Mosketa II

  • “Sim, lembro muito bem”. Respondeu o Bigu e lembrando completou: “Foi assim que desabafou a Mãe Terra, mas o que ela não sabia era que a sujeira era tanta que quando espirrou, os Koronitas chegaram na Terra com muitos poderes e quem não obedecia ficava doente. A Mãe Terra só queria colocar ordem na casa e ver todo mundo mais feliz.”

  • “ Bigu, você lembra o que você mais sentia falta durante o “Castigo Global”? Perguntou o Mosketa II

  • “Sim. Queria dar um abraço apertado na minha avó, encontrar os meus amigos e jogar futebol com o meu time. Ahh, e andar livremente sem máscara, é claro”. lembrou o Bigu dos dias difíceis de Koronita

  • “ Eeee Pai, mas não podia ser tão ruim assim poder ficar em casa com os paparicos da vovó, podendo assistir mais desenho e jogando video game.” - falou o Bigu Jr.

  • “É verdade, mas eu tinha tanta sorte que nem sabia o que era a vida sem paparicos, viu Bigu Jr.? E também, se você pensa que é a melhor coisa poder ficar mais tempo no quarto com as suas coisinhas, sem sair de casa, assistindo desenhos e fazendo tudo no computador, saiba que aprendemos que é infinitivamente mil vezes melhor poder respirar sem máscara e estar com os amigos e a família toda presente. Depois daquele começo que contei de curtição em casa, não poder viver livremente tirou até o gosto bom de todos os sorvetes e pratos prediletos” - Confessou o Bigu já adulto, mas recordando como uma eterna criança.

  • O Bigu Jr. deu uma piscadinha para o pai, (disfarçou porque ficou um pouco sem saber o que fazer ao ver que os olhos do pai estavam prestes a soltar uma lágrima) virou-se para o Mosketa e perguntou: “ E aí, Mosketa, afinal de contas, como ficaram os bichos?”

  • “Querido humano Bigu Jr. tenho que dizer a verdade porque sou seu amigo, os bichos entraram em festa e a Natureza toda parecia estar em uma Rave e tudo ficou mais vibrante. - Confessou o Mosketa II

  • “Mas como se o mundo estava de castigo? Perguntou o Bigu Jr.

  • Pois é Amigo, só os humanos foram para o quarto pensar. A Natureza não. As águas voltaram a ser crisitalinas, os céus ficaram mais livres, as matas intactas e os bichos livres foram aproveitar. Assim foi o que o meu pai Mosketa, seus primos Vaga-Lumes e Tias Borboletas me contaram que viram com seus próprios olhos sobre o primeiro giro que deram pelo mundo nos tempos dos Koronitas. Os botos côr de rosa exibiam um verdadeiro ballet aquático na Amazônia, as Araras Azuis faziam, compose com os tons do céu, os peixes proliferaram, nos canais limpos de Veneza, as abelhas voltaram a trabalhar a todo vapor nas cidades e montanhas e na Africa a ostentação era feroz com os bichos se arrumando para se encontrarem, correrem e pularem livrementes. Os mais musicais, cantavam alto em todos os cantos do mundo e as histórias são intermináveis.” Descreveu o Mosketa II entusiasmadíssimo.

  • “ Puxa vida, Mosketa II, os bichos estavam precisando mesmo disso e os humanos de parar para pensar. Por que os humanos não podiam sair de casa?” - Pensativo perguntou o Bigu Jr.

Perguntas para imaginar:

  • Amigos, vocês sabem, por que os humanos não podiam sair de casa?

  • Quem eram os Koronitas?

  • Os Koronitas não atingiam os bichos?

  • Por que os humanos não podiam abraçar as pessoas?

  • E como acabaram com os Koronitas?

  • Quem foi o Super Herói? Imaginou um?

  • Qual o poder que tinha?

  • O que você mais gostou da Era dos Koronitas?

  • O que voocê menos gostou da Era dos Koronitas?

  • Como foi quando voltaram `a escola?

  • Quem foi a pessoa que você correu para abraçar quando os Koronitas foram vencidos?

Realidade

  • O que você acha que podemos fazer melhor para o mundo não ter mais Koronitas?

Boa Temporada!

Um beijo,

Vanessa